Só precisamos de um tempo

Muitas vezes na vida só precisamos de um tempo. Parar com tudo pra descansar, pensar em outras coisas, relaxar. Sem uma meta específica, apenas porque sentimos que nosso corpo está pedindo isso.

Quanto esforço um ser humano é capaz de suportar? É certo que isso deve variar de pessoa para pessoa, mas todos tem seus limites. Queremos muito, queremos tudo, e queremos o tempo inteiro. Mas será que damos conta?

Desistir é visto por muitos como fraqueza. Ao mesmo tempo, persistir além do limite que podemos aguentar, pode ser extremamente autodestrutivo. Existe uma clara confusão em nosso sociedade sobre aquilo que é dedicação e aquilo que é neurose.

Parar um pouco inclui rever o que é prioridade ou não, e jogar fora aquele lixo mental que acumulamos cada dia mais e mais, e perceber o que de fato é importante e essencial para seguirmos em frente. É se dar uma nova chance. O autoconhecimento é fundamental para fazer essas escolhas. Abrir mão de algo não significa ser  fraco, e sim ter consciência daquilo que você realmente quer, e de quem verdadeiramente você é.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *