inSignificância

Por PEREIRA, MAHELLE // ontem saudade doeu peito oco coração ocre lamento solidão passado sem memória cabeça ensaia beijo doce olfato condena a brisa cheirando maresia personificada matéria translúcida sinto corpo conectando-se danço valsa disritmada caio em si deito madrugada fria durmo insônia janto fome do desejo jejum   Esse texto é uma colaboração da querida […]

A vida em um abraço

Quem nunca recebeu um abraço apertado daqueles de quase quebrar os ossos deveria experimentar. Às vezes nenhuma palavra é suficiente para expressar um sentimento. Vale mais ele, simples, de graça, super fácil de dar. Quanto mais forte melhor. É engraçado gente que não gosta de abraçar. Que se sente desconfortável ou algo assim. Fico pensando […]